Bem Estar

Perda de Peso no Pós-parto: Como Conseguir?

7 de outubro de 2017

por Observadora

É comum a mulherada questionar o que é mais eficaz para retomar o peso no pós-parto. Não bastasse o cansaço físico e emocional, ainda somos vítimas do excesso de peso no puerpério. Por isso, é inevitável o surgimento da questão sobre ‘Como perder peso nesse turbilhão de mudanças?’.

Meu nome é Debora Trindade, sou Profissional de Educação Física e atuo como Personal Trainer para mulheres em academias do Recife. E também sou mãe. Em toda a minha gestação ganhei 11 kg, no décimo dia após o parto já tinha perdido os quilinhos que ganhei na gravidez. Treinei musculação de forma moderada até dois dias antes do parto (que foi do tipo cesárea). Apesar de sempre ter levado um estilo de vida bem saudável, garanto para vocês que dois fatores influenciaram 95% na minha “retomada rápida” do peso: 1. AMAMENTAÇÃO – a lactante pode gastar cerca de 900 calorias por dia, que equivale a duas aulas de bike; 2. ALIMENTAÇÃO – amamentar dá muita fome, por isso é importante que a lactante mantenha uma alimentação muito saudável, isso trará diversos benefícios para ela e para o bebê, a curto e longo prazo.

Gostaria de enfatizar a importância de consultar um nutricionista. Principalmente, as mamães que não produzem leite ou produzem pouco, pois elas tendem a ter um pouco mais de dificuldade de eliminar o peso adquirido durante o período gestacional. Claro que existe uma série de outras variáveis nesse processo: hormônios, genética, estilo de vida. Mas, regra geral, é importante ter uma boa alimentação e praticar exercícios físicos. E quanto antes esse estilo de vida saudável for incorporado, melhor. Mesmo antes de engravidar. Porém, lembre-se que nunca é tarde para começar. Baseado na minha experiência pessoal como mãe, profissional da área de Educação Física, Personal Trainer de mulheres, vou deixar aqui três dicas de ouro para você futura ou recém-mamãe:

1. Não se cobre tanto.

Recebo muitas alunas recém-mamães frustradas por não conseguirem treinar todos os dias. Calma! Primeiro aproveite a sua recém-maternidade, ela vai passar muito rápido;

2. Estabeleça uma ‘rotina’.

Você vai necessitar de um planejamento para retornar aos treinos. Defina os dias que vai treinar, que vai ao salão. E os dias que não fará isso também. É importante começar com o pé no chão. Comece com 2 ou 3 dias por semana, perceba como o seu corpo irá responder, e vá aumentando os dias de treino, conforme sua rotina e cansaço permitirem. Não se esqueça de que ‘menos é mais’. E para a tal ‘culpa materna’ não pesar tanto quando você sair de casa, vá devagar.

3. Lembre-se: o descanso também faz parte do treino.

Você não deve ter uma rotina intensa de exercícios no pós-parto. Seus hormônios estão em níveis alterados, você não conseguirá se sair tão bem por um bom tempo (e isso é NORMAL!), mas aos poucos você vai conseguindo retomar a força, a flexibilidade e a sua capacidade cardiopulmonar. Ser mãe demanda energia, paciência e calma. E na dose errada, os exercícios podem atrapalhar. Por isso, não faça nada por conta própria, consulte o Professor da academia ou o seu Personal Trainer. Não existe fórmula mágica, nem receita de bolo. O segredo é se libertar um pouco e aos poucos da culpa materna e se permitir cuidar de você mesma, praticando exercícios na dose certa, com a orientação necessária, e mantendo uma alimentação saudável, através do acompanhamento de um nutricionista. No mais, basta deixar a natureza fazer o papel dela!

Debora Trindade é Profissional de Educação Física, Personal Trainer. Especialista em Emagrecimento e Hipertrofia para mulheres. Mãe de Enzo Borges.

 

Leia também:

Por que levar água termal no seu último dia de folia
Tenho certeza que vocês iam adorar meu Tio João
Minha mãe não é a melhor do mundo. Mas a sua também não é...

Pesquisar

Perfil

  • Ana Karla Gomes

    Editora Chefe

  • Rose Blanc

    Relações Públicas

  • Talita Corrêa

    Editora-Assistente

  • Estevão Soares

    Colunista

Arquivo

Assine nossa news e receba tudo em primeira mão

Observatório Feminino