Cultura

Montreal embalada pelo jazz: a cidade mais feliz do mundo

1 de julho de 2016

por Ana Karla Gomes

Faz tempo que o Canadá virou sinônimo de “destino dos sonhos”. Um país procurado por muitos brasileiros que querem aprimorar o inglês, fazer cursos de especialização ou mesmo apostar numa carreira promissora. Apesar de verdadeira, essa realidade de “lugar para crescer” não é a única por lá. O Canadá também poder ser uma alternativa de viagem para quem quer curtir paisagens de tirar o fôlego ou somente “respirar diversão e cultura”.

Exatamente por esse espírito carpe diem, Montreal,  a segunda cidade mais populosa do Canadá, e também uma das mais populosas cidades francófonas do mundo, é conhecida como a capital dos festivais, onde é possível fazer muita coisa de graça, o ano inteiro, seja lá qual for seu gosto e idade. São festas que celebram a neve, o entardecer, a música alternativa, a música eletrônica, as artes, o circo, a música pop ou – eis nossa preferida – o jazz, que é promovido no mês de julho, também em formato de festival.

E julho é, por aquelas bandas, um período realmente especial. É neste primeiro dia do mês que os canadenses comemoram a Confederação Canadense. Ou seja, é o Dia do Canadá. As ruas se enchem de festas, eventos e desfiles, e os céus de fogos de artifício.

Um dia tão importante que também ficou conhecido como Dia da Mudança: quase todos os contratos de aluguel em Montreal começam no dia 1º de julho e terminam no dia 30 de junho do ano seguinte. É neste feriado, portanto, que a cidade inteira se muda, e vira um formigueiro de pessoas carregando caminhões e embarcando no metrô com colchões na cabeça. Depois de tanta suadeira – nesta época eles encaram o esperado verão – só uma boa trilha sonora ao ar livre para relaxar.

O Festiva Internacional de Jazz de Montreal, que mencionamos lá em cima, acontece  desde 1969, reunindo artistas de diferentes nacionalidades e estilos, por mais de dez dias. Os shows abertos são exibidos na Place des Arts e no Quartier des Spectacles. Já os fechados são realizados em diversos teatros da cidade, e ambos atraem turistas do mundo inteiro. Além de maravilhoso, dá para acreditar que esse evento é ambientalmente correto? Todas as emissões de carbono proporcionadas pelo festival são compensadas com projetos ambientais.

A 37ª edição da festa, realizada neste ano, começou no dia 29 e segue até 9 de julho, apresentando nomes como o grupo The 5 for Trio, que faz um ponte entre o jazz e a música progressiva, e Aaron Parks, famoso por inovar em um estilo que mistura jazz, groove, indie rock e hip hop. Incluindo premiações na sua programação, o festival ainda entrega troféus cujos nomes homenageiam verdadeiras lendas da música mundial, e Tom Jobim não podia ficar de fora.

Enfim, não foi por acaso que, em 2010, a revista Lonely Planet elegeu Montreal como a segunda cidade mais feliz do mundo. A gente concorda.

Leia também:

A criatividade não tem limites
Crô - O Filme chega aos cinemas com elenco de estrelas
Revista Time elege os 10 melhores e piores filmes do ano

Pesquisar

Perfil

  • Ana Karla Gomes

    Editora Chefe

  • Rose Blanc

    Relações Públicas

  • Talita Corrêa

    Editora-Assistente

  • Estevão Soares

    Colunista

Arquivo

Assine nossa news e receba tudo em primeira mão

Observatório Feminino