Destaques

Televisão: ‘Os dias eram assim’ e ‘Vade Retro’ agitam programação da TV aberta

25 de abril de 2017

por Estevão Soares

Por aqui sempre comentamos a respeito dos lançamentos de novelas, séries e afins, e ao longo da semana passada a expectativa era grande para a estreia de dois novos produtos teledramatúrgicos da vênus platinada: “Os Dias Eram Assim” e “Vade Retro”. Passada a primeira semana de exibição de ambas, vamos compartilhar nossas impressões a respeito.


Os Dias Eram Assim

Uma obra assinada por Ângela Chaves e Alessandra Poggi, com direção artística de Carlos Araújo, que leva ao ar o momento tenso da ditadura militar em que o País viveu nos anos 1970, com enfoque mais precisamente no Rio de Janeiro, como plano de fundo para o desenrolar de outras tramas paralelas instigantes de amor e ódio, encontros e desencontros, força e coragem.

Pontos  altos para o forte elenco escalado para a trama que conta com nomes como Natália do Vale, Suzana Vieira, Cassia Kis Magro e para a mescla de ficção com as imagens reais dos arquivos da Globo. O roteiro é primoroso e fiel à época que busca retratar, traduzindo a atmosfera do momento inclusive por meio do figurino muito bem cuidado. Vale muito a pena dedicar um tempo a esta supersérie.


Vade Retro

Comédia inteligente desenvolvida por Alexandre Machado e Fernanda Young, roteiristas mais do que conhecidos por outros trabalhos como “Os Normais”, “Os Aspones” “Separação?!” que leva ao ar uma história cômica com tiradas rápidas, excelentes atuações e ótima direção do Mauro Mendonça Filho.

Tony Ramos está ótimo na pele de Abel Zebu, um empresário misterioso e de personalidade duvidosa e obscura, e Mônica Iozzi está fazendo muito bem a advogada Celeste, contratada por Abel para ajudá-lo a se divorciar legalmente de Lucy Ferguson, interpretada por Maria Luísa Mendonça, de quem  já estávamos muito saudosos.

O seriado que conta ainda com as atuações de outros nomes conhecidos como  Juliano Cazarré e Maria Casadevall,  foi conduzido no tom certo, com uma fotografia que dá o acabamento ideal à história, que vai ao ar sem a acidez característica de outros trabalhos da dupla de autores, o que foi fundamental neste roteiro.

_

Imagens: Reprodução/Gshow

Siga o OF no Twitter e no Instagram e curta a nossa página no Facebook 

Leia também:

Lady Di na telona
Feng Shui no dia do casamento: traga boas energias para essa nova fase
Esporte muda a vida de Carol. Antes, uma necessidade. Hoje, um sonho vivo

Pesquisar

Perfil

  • Ana Karla Gomes

    Editora Chefe

  • Rose Blanc

    Relações Públicas

  • Talita Corrêa

    Editora-Assistente

  • Estevão Soares

    Colunista

Arquivo

Assine nossa news e receba tudo em primeira mão

Observatório Feminino