Comportamento Social

Etiqueta empresarial: confira dicas de como se comportar no ambiente de trabalho

10 de agosto de 2015

por Estevão Soares

Grande parte do nosso tempo é dedicado ao trabalho e à convivência com nossos colegas no meio corporativo, ou seja, pessoas que não escolhemos conviver, nem conhecíamos antes e, simplesmente, podem não ter nada a ver conosco. Porém, gostando ou não, temos que fazer a nossa parte para tornar o ambiente de trabalho o mais agradável possível, afinal, não custa nada nos empenharmos para uma boa convivência, prestando atenção em detalhes que farão daquelas horas trabalhadas momentos agradáveis. Como sempre sou questionado a respeito do que fazer para tornar o ambiente profissional harmonioso, resolvi listar neste post o que costumo responder quando indagado a respeito.

– Quando o celular atrapalha

Ao mesmo tempo que ajuda e facilita na resolução de inúmeras questões, o celular também pode representar um perigo quando mal usado. Por exemplo, a música é um grande fator de discórdia. Muita gente ainda insiste, em pleno trabalho, colocar música alta no celular, sem ao menos pensar em optar por um fone de ouvido (nosso próximo item a ser comentado). Além de incômodo – pois pode atrapalhar o raciocínio do vizinho de mesa – você não pode impor seu gosto musical a ninguém. Além disso, busque silenciar aplicativos. O barulhinho que eles costumam fazer avisando você de uma nova mensagem pode atrapalhar você e seu colega.

celular

– Fone de ouvido não é protetor auricular

O som não pode ser ensurdecedor ao ponto de bloquear a sua audição. Além de fazer mal para sua saúde, quando muito alto o som ele te isola completamente, o que leva a você não ouvir seus colegas e chefe quando estes vierem falar com você. Ou seja, o fone não é proibido até o momento que ele não limitar a sua comunicação com os demais.

fone

– Ar-condicionado não pode representar um problema

Vamos resolver isso de uma vez por todas. Antes de começar a reclamar da temperatura, procure saber com todos se eles também estão com alguma queixa. Se o ar esta indo direto para você e isso te incomoda, não “crie caso” e simplesmente veja a possibilidade de trocar de mesa. Se você é friorento, ande sempre com um casaquinho, pois lembre-se, que para o frio tem jeito mas o calor é algo irremediável. Logo, se os seus colegas que trabalham mais ao fundo da sala se queixam de calor, o certo é diminuir a temperatura do ar e você que estará mais a frente e é friorenta proteja-se em silêncio com o seu casaquinho.

ar

– Controle suas manias

Pelo amor de Deus, se você tem fungado de nariz, coceira na garganta sem causa, controle-se, pois isso é algo muito incômodo. Imagina você no meio da reunião ou junto ao seu colega que esta em plena resolução importante e vem você dá aquele fungado prolongado e alto. Por favor, nem tente justificar. Além de falta de educação, produzir esses sons irritantes levará você a ser chamado atenção e com muita razão.

nariz

 

– Pegue leve no seu cheiro

Controle o uso do perfume para que o seu cheiro não invada o espaço do outro. Limpeza e bom cheiro são fundamentais, mas, todo o exagero é condenado.

perfume

– Coma no lugar certo

Evite sempre comer na mesa do trabalho. Existe copa ou espaços específicos dentro do escritório onde você poderá fazer uma pausa para almoço/lanche, sem que o cheiro da sua comida empeste o ambiente e enjoe o seu colega. Evite até aquele cafezinho, pois pode cair sobre papéis importantes ou sobre eletrônicos indispensáveis para o andamento do trabalho, danificando-os. Olha aí, uma pequena coisa que pode se transformar em um enorme problema.

comida

– Seja sempre cortês

Mau humor ou problemas pessoais deve ficar fora do trabalho e não pode jamais ser desculpa para falta de educação. É claro que há dias que você não está bem, mas o mínimo não deve ser esquecido, como dar bom dia a todos por quem você passar, agradecer, dizer bom dia ou boa tarde e até amanha, sempre com um sorriso, que não precisa ser uma gargalhada, mas algo que demostre simpatia e cordialidade.

trabalho 2

Imagens: Reprodução

Leia também:

Casamento: conheça a origem dos convites e saiba como não errar na hora de convidar
Etiqueta à mesa: dicas rápidas que vão além do clássico "sempre, às vezes e nunca"
ENTREVISTA - Elas dizem: É Hora de Contemplar as PRÓPRIAS VONTADES!

Pesquisar

Perfil

  • Ana Karla Gomes

    Editora Chefe

  • Rose Blanc

    Relações Públicas

  • Talita Corrêa

    Editora-Assistente

  • Estevão Soares

    Colunista

Arquivo

Assine nossa news e receba tudo em primeira mão

Observatório Feminino