Comportamento Social

Sozinha por opção, incompreensão ou rejeição❔

5 de outubro de 2017

por Observadora

Independente da causa que leve uma mulher ao encontro com a SOLIDÃO, o sentimento de vazio tem perseguido cada vez o universo feminino e aprisionado muitas de nós.

 

As autônomas e poderosas se sentem sós por serem julgadas por destinarem seus maiores esforços às suas próprias conquistas. As gestoras do lar se sentem sós na divisão de tarefas e por só ‘terem tempo’ de fazer coisas para os demais moradores da casa. As inteligentes se sentem sós, pois cansam de provar suas competências e passam a se contentar com o mediano, afinal, ser boa ou excelente não faz lá muita diferença, não é mesmo?

As negras se sentem sós quando são estigmatizadas pela aparência, pouco representadas em veículos midiáticos, e ainda precisam construir a sua autoestima feminina dia após dia. As lésbicas se sentem sós quando percebem que a aceitação social da sua escolha afetiva vai ser muito mais lenta e doída do que a do cara que curte homem.

As ‘ex’ que foram traídas e trocadas por outra pessoa se sentem sós e ainda culpadas pela fragilidade e o ‘fracasso’ dos seus relacionamentos.

Na realidade, há 1001 razões – seja por rejeição, incompreensão ou estilo de vida – que levam mulheres à SOLIDÃO em todos os seus tipos e estágios. Identificá-las é o primeiro passo para combater a DEPRESSÃO. Atualmente considerada a 4° doença de maior de impacto global.

No Brasil, aproximadamente, 10% da população sofre de depressão… E não por acaso as mulheres são duas vezes mais afetadas que os homens, não é mesmo?

Carol Maia é jornalista e tem uma trajetória dedicada ao estudo do Comportamento da Mulher, com passagem de três anos pela revista digital Observatório Feminino, Idealizadora do Única – Empreendedora de Si Mesma, Palestrante, Coach, Voluntária da Aliança de Mães e Famílias Raras (AMAR) e mãe de Maria Vida.

Leia também:

Dia Internacional da Eliminação da Violência contra a Mulher: 'Humilhar, ameaçar, subjugar e ofender...
Seu belo mandou dizer...
ONG feminista organiza bazar em prol de meninas em situação de vulnerabilidade

Pesquisar

Perfil

  • Ana Karla Gomes

    Editora Chefe

  • Rose Blanc

    Relações Públicas

  • Talita Corrêa

    Editora-Assistente

  • Estevão Soares

    Colunista

Arquivo

Assine nossa news e receba tudo em primeira mão

Observatório Feminino