Estilo

VIC: saiba o significado de uma das siglas mais sonhadas do universo de luxo

13 de fevereiro de 2016

por Estevão Soares

Apesar da tão falada crise, existe um segmento que tem procurado resistir às situações adversas que o País vem enfrentado, demonstrando, inclusive, crescimento: o mercado de luxo. Por mais incrível que pareça, isso se deve a uma série de fatores, inclusive a alta do dólar, que fez muitos brasileiros passarem a observar a desvantagem neste momento em se consumir no exterior, uma vez que, além da possibilidade de dividir o pagamento, as unidades de grifes de luxo no País estão vendendo seus importados comprados com o câmbio mais baixo do que o atual.

Os itens hoje estão com valores comparativamente menores em relação ao do exterior. Para ter-se noção, apuramos que em Recife, nossa cidade sede, há clientes que cheguem a investem algo em torno de 50 mil reais em compras a cada nova coleção  que aporta na loja de grifes de luxo. As identidades porém não podemos revelar. O sigilo faz parte do universo do luxo.

Passada a introdução necessária para demonstrar um pouco do cenário atual do luxo no país, quando o assunto é consumo, podemos seguir para o nosso ponto principal de hoje, que é falarmos sobre o VIC, a sigla mais desejada dentro deste universo. Pois bem, eles são os Very Important Client, ou seja, uma seleta lista de clientes cujas possibilidades de compras são ilimitadas, assim como infinitos costumam ser os limites dos seus cartões de créditos.

=

luxo 2

=

Eles não costumam ostentar e são avessos a serem vistos carregando sacolas para cima e para baixo, como uma saída para autoafirmação. Eles não precisam disso e a discrição é muito prezada por estes, afinal de contas, eles não gostam de ter seus gastos observados por muitos, isso os constrange. A partir daí, cria-se um jeito paralelo de comercializar o luxo, no qual  vendedores treinados a lidar com as bem-nascidas prestam um serviço exclusivo. Inclusive, sacolas com as novidades a cada coleção, ou de acordo com a necessidade e desejo de seus clientes, são enviadas para que escolham no conforto de suas casas as novidades.

No momento que uma cliente é enquadrado na categoria de VIC, ela também ganha um atendimento personalizado, comandado por um profissional especifico, que a maioria das marcas  possui, e que não só vendem mas fazem toda a parte de relacionamento, auxiliando durante a venda de forma direcionada ao perfil do VIC e realizando um pós venda primoroso, sendo o principal elo entre o cliente e a marca.

Mimos tão generosos quanto seus gastos também são direitos de um VIC. As marcas costumam pensar sempre além, surpreendendo seus VIC’s com verdadeiras experiências que dinheiro algum compraria, pois não estão a venda. Primeira fila nos desfiles internacionais da marca, jantares ao redor do mundo com roteiro personalizado e com direito a sentar-se com a família herdeira das marcas, viagens, enfim, tudo pago pelas marcas para seus clientes que costumam gastar no mínimo 100 mil dólares ao ano.

=

vic 2

=

O mundo de um Very Important Client é como seu limite para gasto: infinity!

=

Imagens: Reprodução

Siga o OF no Twitter e no Instagram e curta a nossa página no Facebook

 

 

Leia também:

Festa: de que jeito você vai? Entenda que o estilo vai muito além de uma roupa nova!
Fátima Bernardes: à frente de matinal na Globo, seu estilo aproxima-se das mulheres reais
Netflix e a moda: três séries ao alcance do seu controle remoto com figurinos de tirar o fôlego

Pesquisar

Perfil

  • Ana Karla Gomes

    Editora Chefe

  • Rose Blanc

    Relações Públicas

  • Talita Corrêa

    Editora-Assistente

  • Estevão Soares

    Colunista

Arquivo

Assine nossa news e receba tudo em primeira mão

Observatório Feminino