Variedades

Até quando? Estupros superam assassinatos no Brasil, mas o problema é global

4 de novembro de 2013

por Ana Karla Gomes

Imagens: Reprodução

Fonte: globo.com e DW

A 7ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública registra: o número de estupros foi superior ao de homicídios dolosos (quando há a intenção de matar) em 2012. O estudo produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública é mais um grave indicador da urgência que é o tema violência contra a mulher no país.

De acordo com a pesquisa, houve 50.617 casos contabilizados de estupro no ano passado, o que significa 26,1 estupros por grupo de 100 mil habitantes, já o número registrado de homicídios dolosos foi de 47.136. Roraima, Rondônia e Santa Catarina são os estados que lideram as estatísticas do cálculo com respectivamente 52,2, 49 e 45,8 de casos apontados.

Na Índia, por sua vez, os dados são ainda mais alarmantes. Um estudo realizado pela ONU revela que um quarto dos homens de seis países (Bangladesh, Camboja, China, Indonésia, Sri Lanka e Papua Nova Guiné) asiáticos confessou já ter abusado sexualmente de suas parceiras.

Emma Flu, que trabalha para a iniciativa Parceiros da Prevenção, um programa de pesquisas de agências das ONU para a prevenção da violência de gênero na região da Ásia-Pacífico e autora do estudo, em recente entrevista ao portal alemão DW, afirmou que apesar do estupro ser um problema global, “Muitos homens na Ásia e no resto do mundo são pacíficos e respeitam o sexo oposto. São exatamente esses homens que devemos apoiar”.

Emma Flu

Bons modelos de comportamento devem ser disseminados já que a ação penal não é suficiente para frear o aumento de casos de abuso sexual, ainda sugere o estudo de Emma.

Os esforços para sanar essa onda ofensiva contra as mulheres precisam se multiplicar porque grande parte dos fatores geradores da violência oriunda dos homens pode, sim, ser transformada.

Leia também:

Shopping Guararapes sorteia SPA de beleza em Cancun
Vídeo que mostra garotinha emocionada ao tomar banho de chuva tem mais de 135 mil visualizações
Jaboatão sedia encontro da Unesco sobre educação, com foco nas cidades da aprendizagem

Pesquisar

Perfil

  • Ana Karla Gomes

    Editora Chefe

  • Rose Blanc

    Relações Públicas

  • Talita Corrêa

    Editora-Assistente

  • Estevão Soares

    Colunista

Arquivo

Assine nossa news e receba tudo em primeira mão

Observatório Feminino