Variedades

Verdades Secretas: trama ousada promete transmitir uma boa mensagem em suas entrelinhas

9 de junho de 2015

por Estevão Soares

A noite desta segunda feira (08.06) foi de estreia na televisão: entrou no ar a nova novela global das 23h, “Verdades Secretas”. Assinada por Walcyr Carrasco, o mesmo autor de outro sucesso do horário, “Gabriela”, ele retorna ao seu ofício com a parceria da autora Maria Elisa Berredo, conhecida por colaborar em tramas de Aguinaldo Silva. Mais afiado do que nunca e com a responsabilidade de escrever a primeira história para o horário que não é “remake”, como suas antecessoras, “O Astro”, “Gabriela” e “Saramandaia”.

vs 9 vs 8

O enredo ousado e a trama limpa, sem efeitos especiais ou outros recursos pirotécnicos para prender o público, teve como objetivo mostrar a historia principal neste primeiro capítulo, algo positivo, pois oferece ao telespectador uma visão geral do que realmente ele precisaria conhecer para entender a trama. O bom texto e a moderna direção de Mauro Mendonça Filho conseguiram manter o equilíbrio necessário e apresentar uma novela contemporânea e de qualidade em todos os aspectos.

A estreia trouxe ainda cenas com nudez, onde o personagem Alex (Rodrigo Lombardi) tem uma noite de amor com Samia, interpretada pela modelo consagrada Alessandra Ambrósio, que está fazendo uma participação especialíssima. Foi um sucesso, pois lotou as redes sociais com comparações da cena com aquela interpretada por Paola Oliveira em “Felizes Para Sempre?”, quando a bela apareceu com o bumbum à mostra. Inevitavelmente, muitos perfis nas redes sociais investiram nesta questão para agitar a noite, que ganhou, inclusive, os trending topics no Twitter.

vs 5

(Alex)

vs 3

(Alex e Samia)

Destaque ainda para a novata Camila Queiroz, que interpreta a protagonista Arlete/Angel e despertou a curiosidade do telespectador por sua boa atuação, assim como o Rainer Cadete, que deu um show na pele do afetado booker Visky. Impossível não destacar a interpretação de Drica Moraes na pele de Carolina, que volta à telinha na pele de uma mulher simples e traída, que abriu o primeiro capítulo de maneira magistral, com ambientação e luz coerente com todo o contexto que ali estava sendo retratado.  O drama só não caiu no clichê porque a teve como defensora do papel, do contrário, um risco muito grande teria sido começar dessa forma.

vs 4

(Arlete)

vs 7

(Visky – a esquerda)

vs 6

(Carolina)

Com uma historia e produção equilibrada, que dá ao telespectador o direito de identificação claro com situações corriqueiras, que qualquer um está passível de viver ou presenciar, se divertir ou chorar, posso dizer que a novela estrou com o pé direito. O Ibope também reagiu bem à estreia. Segundo dados consolidados, 22.9 pontos de média com pico de 28.1 e 38.6% de share, garantindo a liderança das 22h24 às 23h14.

Imagens: Reprodução

Siga o OF no Twitter e no Instagram e curta a nossa página no Facebook

Leia também:

O que é necessário para que o Judiciário funcione bem é uma questão de inteligência
Quando uma criança vira um adulto?
A importância do beijo na boca em um casamento

Pesquisar

Perfil

  • Ana Karla Gomes

    Editora Chefe

  • Rose Blanc

    Relações Públicas

  • Talita Corrêa

    Editora-Assistente

  • Estevão Soares

    Colunista

Arquivo

Assine nossa news e receba tudo em primeira mão

Observatório Feminino